Anúncio provido pelo BuscaPé
Google
 

quinta-feira, janeiro 15, 2009

BR GAMES - CONCURSO PARA CRIADORES DE JOGOS


O Ministério da Cultura do Brasil anuncia que financiará dez projetos de jogos este ano. As inscrições pra a seleção do governo deverá abrir ainda neste mês de janeiro de 2009.

O BR Games foi criado pelo ministério da cultura para incentivar a produção de jogos no país.

A indústria de games brasileira que hoje tem uma participação bastante modesta num mercado mundial cada vez maior vai ganhar um incentivo de R$ 1,07 milhão.


Os jogos eletrônicos desenvolvidos para computadores e consoles de videogames estão atraindo cada vez mais jovens cheios de talento que adoram competição.


No Rio Grande do Sul além do curso no SENAC Informática em Porto Alegre, existe a possibilidade de fazer um curso de nível superior na Unisinos em São Leopoldo na região metropolitana.


No SENAC o investimento é de R$ 2.082,00 pelo curso, podendo este valor ser parcelado em até 12 vezes com cartão de crédito ou cheques.


O curso da Unisinos é o de graduação em Jogos Digitais e para entrar o aluno deverá prestar vestibular. O custo fica em torno de R$ 350,00 reais ao mês caso o aluno opte por exemplo em fazer 3 disciplinas num semestre.

O concurso do Ministério da Cultura irá selecionar 10 projetos de demos jogáveis, espécie de piloto do game, com poucas fases implementadas.

A expectativa é que esses embriões sejam apresentados para produtoras estrangeiras para quem sabe um lançamento oficial.

Sete projetos desenvolvidos por pessoas físicas vão receber R$ 70 mil cada para produzir os demos.

Já as empresas que forem selecionadas irão ganhar R$ 112 mil para a produção. O orçamento total deve chegar a R$ 140 mil e o governo vai bancar 80% dos custos.

A participação em uma feira no exterior é um dos requisitos para que o selecionado receba a última parcela.

Nos próximos dias deverá ser divulgado a data da abertura das inscrições para esta seleção de projetos de games. Mais informações poderão ser encontradas no site http://www.cultura.gov.br/

Abaixo o texto que explica a seleção que o Ministério da Cultura fará no projeto BR Games (texto retirado do site oficial: http://www.cultura.gov.br/site/2008/11/07/br-games

O BRGames tem como objetivo fortalecer a indústria de jogos eletrônicos no Brasil, fomentar a participação da pesquisa e desenvolvimento na área de jogos de computador e entretenimento digital da América Latina e estimular a criação de ambientes de mercado no Brasil e no exterior.
A iniciativa é do Ministério da Cultura, por meio das Secretarias do Audiovisual (SAv) e de Políticas Culturais (SPC) e do Programa de Desenvolvimento da Economia da Cultura (Prodec), em parceria com a Sociedade Brasileira para Promoção da Exportação de Software (Softex) e Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (File), com o apoio da Associação Brasileira de Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames).
Na apresentação, o secretário do Audiovisual, Silvio Da-Rin, fará uma explanação sobre o Programa e divulgará uma série de mudanças em relação às edições anteriores dos concursos voltados ao jogos eletrônicos promovidos pelo MinC. Também estarão presentes a organizadora do File, Paula Perissinotto, e o presidente da Abragames, André Penha.

Políticas para o Setor
O segmento dos jogos eletrônicos apresentou a maior taxa de crescimento de toda indústria audiovisual na última década. Dentre as aplicações, tem-se o entretenimento, publicidade, treinamento e educação.
Por entender ser o setor estratégico para disseminação de imagens, ícones e imaginário - com presença acentuada num contexto de convergência tecnológica - o Ministério da Cultura tem formulado uma política de apoio ao setor.
Nas duas edições anteriores dos concursos voltados aos jogos eletrônicos, chamados de Jogos BR, foram fomentados 16 demos jogáveis e dois jogos completos. O BRGames buscará promover uma forma mais ampla e incisiva de apoio.

Fonte: Diário Gaúcho e site do Ministério da Cultura

Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.